Processo BiodinâmicoProcesso Biodinâmico

É crescente – e justificável – a busca por produtos que respeitem o equilíbrio entre ser humano, natureza e universo, com processo de elaboração o mais natural possível. Afinal, é cada vez mais consistente a relação entre esse tipo de item com os conceitos de bem-estar e qualidade de vida.

Adepta e praticante do propósito de agregar harmonia ao dia a dia, a Cooperativa Vinícola Garibaldi tem apostado em bebidas biodinâmicas - criações diferenciadas que atendem ao pensamento sustentável e têm como resultado qualidade, sabor e saúde. Desde 2018, a empresa disponibiliza no mercado espumantes e sucos com esse método de processo – os produtos da linha Astral, primeiros espumantes e sucos biodinâmicos no país certificados por uma auditoria (no Brasil, pela empresa IBD Certificações e pela ABD – Associação Biodinâmica) e detentores do selo Demeter, gerido pela Associação Demeter Internacional – modelo de cooperação mundial baseado em responsabilidade, transparência e autonomia regional.

Essa série rica em significados – e diferenciais – aguarda a maturação do quarto lote da produção. As garrafas de espumantes estão em fase de maturação (quando a bebida é engarrafada e aguarda naturalmente o fim do processo). Serão 2.600 unidades, numeradas, que estarão à disposição do consumidor a partir do início de 2021. Quem não quiser esperar até lá pode adquirir rótulos do terceiro lote da linha Astral de espumantes, ainda disponíveis no Complexo Enoturístico Garibaldi (avenida Independência, 845, em Garibaldi, RS), ou em lojas online parceiras, indicadas no site da vinícola.

Há, também, garrafas de suco de uva biodinâmicos para quem deseja agregar esse alimento cheio de benefícios para o organismo na dieta. O espumante Astral Brut Champenoise é comercializado a partir de R$ 79,00 a unidade, e o Suco de Uva Astral a partir de R$ 14,00

 

O que são os biodinâmicos

O diferencial dos biodinâmicos nasce já no material escolhido. As bebidas não vêm de sementes tratadas, mas sim de plantas medicinais, esterco (não de origem agroindustrial) e outros produtos para adubar o solo, sempre observando fatores astronômicos como as fases da lua para o manejo dos cultivos, com menor dependência de insumos externos. O resultado é um fortalecimento das plantas junto às forças da natureza e, por consequência, bebidas mais intensas e saborosas. No caso da Cooperativa Vinícola Garibaldi, a técnica é aplicada às uvas, oferecendo no mercado uma série de produtos únicos já com três anos de produção disponibilizados ao cliente.

 

Quer saber mais
sobre vinhos?
Cadastre-se para receber conteúdo exclusivo

Deixe o seu comentário sobre a postagem:

Nome Completo:
E-mail:
Cidade / UF:
Comentário: