Não é incomum o consumidor de vinho, principalmente aquele que está começando, travar na frente da gôndola por alguma dúvida surgida quanto ao tipo de vinho, à variedade da uva ou se deve levar um Reserva ou um Reservado. E qual seria a diferença desses vinhos que carregam nomes praticamente iguais?

Essa não é uma pergunta simples de responder, porque cada país tem suas próprias regras para definir tais nomenclaturas. E há os que não as têm, como os produtores do Novo Mundo, no qual Brasil, Argentina, Chile, África do Sul, Austrália e outros se incluem. Reservado é um nome muito adotado pelas vinícolas chilenas e argentinas para vinhos que são vendidos mais fora de seus países de origem do que dentro.

E, ao contrário do que possa sugerir o nome, o vinho Reservado é um vinho de entrada, simples e geralmente sem passar tempo algum estagiando em barricas. São vinhos produzidos em maior escala e geralmente com perfil de serem consumidos jovens. Já um vinho Reserva denota um produto cercado de maior complexidade de critérios para ser elaborado. Em países europeus, como é o caso da Itália, diferentes regiões têm regras específicas para determinar um vinho “Riserva”. Enquanto na Toscana são 27 meses de barrica, no Piemonte são 36 meses.

Legalmente no Brasil, a nomenclatura Reservado é utilizada para classificar vinhos jovens, prontos para o consumo com menos de um ano de armazenamento na vinícola até chegar ao mercado e com teor alcoólico mínimo de 10% v.v. Já o vinho Reserva é aquele que obrigatoriamente deve ser armazenado em tanque (de inox ou madeira apropriada) por um período mínimo de 12 meses, no caso dos tintos, ou 6 meses no caso dos brancos, com no mínimo 11% v.v. de álcool. Já os vinhos Gran Reserva, são os vinhos que devem ser maturados por no mínimo 18 meses, no caso dos tintos, e 12 meses no caso dos brancos, em barricas de carvalho.

Agora, da próxima vez que você for comprar um vinho, você já sabe que o Reserva é superior ao Reservado, assim como um Gran Reserva serão vinhos com complexidades superiores a um Reserva devido a fatores como maior tempo de amadurecimento em seu processo de elaboração.

 

Quer saber mais
sobre vinhos?
Cadastre-se para receber conteúdo exclusivo

Deixe o seu comentário sobre a postagem:

Nome Completo:
E-mail:
Cidade / UF:
Comentário: