A Cooperativa Vinícola Garibaldi acaba de ampliar de forma muito expressiva a coleção de deferências conquistadas no especial ano de seu 90º aniversário de fundação. Além das dezenas de medalhas internacionais, a marca gaúcha ranqueou 20 produtos no Guia Adega 2022, com distinção para o seu Garibaldi Reserva 90 Anos, eleito como destaque entre os vinhos da Serra Gaúcha.

Elaborado especialmente para demarcar a efeméride, o assemblage composto por quatro tipos de uva foi avaliado com uma nota que alcançou 91 pontos – um dos mais altos desempenhos da avaliação.  “O Vinho Garibaldi Reserva 90 Anos é especial pois celebra o aniversário da nossa Cooperativa e foi elaborado com todo o cuidado para que pudesse expressar o trabalho de todos que fazem parte dela ao celebrar a passagem dessa data tão importante. Receber os 91 pontos e neste produto e ser o vinho Destaque da Serra Gaúcha nos deixa extremamente felizes e orgulhosos”, destaca o enólogo chefe da vinícola, Ricardo Morari.

 Outros dois produtos também atingiram elevado escore no mais tradicional guia de vinhos do Brasil. Um foi o espumante Garibaldi 90 Anos Extra-Brut, também produzido especialmente para celebrar o aniversário da vinícola, que obteve nota 90, a mesma alcançada pelo espumante Garibaldi VG Brut Rosé. “Isso mostra nossa capacidade de elaborar vinhos de diferentes estilos com alto nível de qualidade”, ressalta o enólogo.

O Guia Adega 2021, editado pela Inner Group, trouxe outras grandes notas para produtos consagrados da vinícola. É o caso dos multipremiados Garibaldi Moscatel e Garibaldi VG (Extra-Brut). Ao lado do Garibaldi Moscatel Rosé e dos vinhos Acordes Chardonnay e Acordes Merlot, todos receberam 89 pontos pela crítica.

Apenas um ponto abaixo, performaram os vinhos Garibaldi Reserva – Merlot e Cabernet Sauvignon – e Garibaldi Terroir Chardonnay, além dos espumante Garibaldi Chardonnay e Garibaldi Pinot Noir Rosé. Obtiveram 87 pontos, os espumantes Garibaldi Prosecco e Garibaldi Vero Brut Rosé e os vinhos Garibaldi Terroir Pinot Noir Rosé e Granja União Riesling. Integram a lista, ainda, o espumante Garibaldi Prosecco Rosé e o vinho Granja União Merlot Rosé, um lançamento deste ano, com 86 pontos, e o espumante Garibaldi Vero Demi-Sec Rosé, com 85 pontos. “Todos os nossos vinhos e espumantes que participaram da degustação receberam pontuações elevadas, próximo aos 90 pontos. Isso demonstra que estamos no caminho certo e que todos os investimentos em tecnologia, desde o vinhedo até a vinícola, dedicação e conhecimento de nossa equipe técnica, nos permitem elaborar produtos de excelente qualidade, reconhecidos por jurados em âmbito nacional e internacional”, salienta Morari.

O Guia Adega é uma importante publicação para o mercado, apresentando um panorama da produção vitivinícola brasileira a partir da degustação às cegas de diversas amostras de vinhos e espumantes.

 

Conheça o icônico Garibaldi Reserva 90 Anos

Com edição limitada a 2,5 mil garrafas, o Garibaldi Reserva 90 Anos é o primeiro vinho nobre elaborado pela cooperativa. Foi criado pelo enólogo-chefe da vinícola, Ricardo Morari, para celebrar o emblemático aniversário da casa, de modo a apresentar ao consumidor uma bebida de maior complexidade. Esse foi um dos motivos da escolha para que o vinho fosse um assemblage, e não um varietal. Sua composição combina quatro tipos de uvas viníferas. A Tannat predomina, com 60% da constituição total do vinho. Ainda estão presentes a Merlot, com 20%, além da Marselan e da Ancelotta, ambas com 10% cada.

Para se chegar ao resultado, foi necessário um longo e trabalhoso caminho, que começou ainda nos vinhedos para que as uvas utilizadas atingissem sua maturação fenólica completa, com taninos maduros e alta concentração de açúcares. As uvas foram vinificadas separadamente para se chegar nas proporções ideais. O Garibaldi Reserva 90 Anos passou por modernas técnicas de vinificação e, após a fermentação alcoólica, o vinho maturou em barricas de carvalho francês por oito meses, com a fermentação maloláctica ocorrendo no próprio recipiente. Na barrica, o vinho foi controlado de modo a buscar a perfeita integração entre a madeira e os aromas frutados. Ao final, foi minimamente filtrado a fim de que, na garrafa, preservasse toda sua complexidade e intensidade.

Quer saber mais
sobre vinhos?
Cadastre-se para receber conteúdo exclusivo

1 Comentário

Matia lucia
Boa vista/Roraima
05/03/2022 14:32

Muito boa a matéria

Deixe o seu comentário sobre a postagem:

Nome Completo:
E-mail:
Cidade / UF:
Comentário: